terça-feira, 30 de março de 2010

SEM PALAVRAS...



Palavras... Conjunto de letras que formam... que fazem... que contam... que escrevem... quando unidas inspiram... agradam... alegram... enaltecem... queremos ouvi-las... queremos senti-las... queremos usa-las... Sábio foi quem as inventou... quem as formou... quem as usou... quem as inspirou... Usadas por todos... faladas por muitos... desejadas por poucos... Palavras que quando soadas, ao tempo que alegram... entristecem... ao tempo que reprimem... corrigem... ao tempo que afagam... revelam a verdade... 

Palavras que não queremos ouvir... acabou... você perdeu... você não tem condições... Palavras que queremos sentir... eu te amo... você venceu... você é o melhor... Um dia alguém disse: é melhor falar do que ser mudo... melhor ouvir do que ser surdo... Depende... há controvérsias... existem circunstâncias que queremos falar e queremos ouvir... ou melhor não queremos nem falar e quanto menos ouvir... depende do dia ... Palavras que fazem gestos... que apontam... que mostram... que proíbem... que ferem... Palavras que quando faladas... ensinam a fazer o certo e a fazer o errado... Podem ser usadas contra você mesmo... Quanta confusão... o que seria melhor... não falar ou não poder ouvir... impossível... pois até mesmo no silêncio são formadas... difícil é não pensar... difícil é não falar... difícil é não ouvir...

Palavras... quando escritas falam de uma história... Palavras eloquentes... palavras sinceras... palavras que nos fazem rir... que nos fazem chorar... que nos fazem sentir... Palavras que nos calam... que nos falam... Palavras são palavras... precisam existir... precisam insistir... Nos foram dadas para que possamos comunicar... para que possamos demonstrar... para que possamos amparar... Palavras que muitos usam para benefícios próprios... para se promoverem... para não se converterem... Palavras sem desculpas... desculpas sem sentidos... Enfim o que podemos falar em meio as palavras... pois são tantas as formas... os jeitos... os trejeitos... De uma coisa eu tenho a certeza... ninguém poderá cala-las... ninguém poderá anula-las... ninguém poderá dizer... Eu não sabia... eu não queria... eu não existia... As palavras são fortes ao tempo que as circunstâncias são fracas e vise-versa... O que é mais fácil falar ou escrever... escrever ou falar... Não... o mais difícil é demonstrar o que falamos... o mais difícil é falar quando erramos... o mais difícil é admitir quando demonstramos... SEM PALAVRAS... Mas com uma imensa certeza... falando ou não... pensando ou não... tamanho privilégio temos... imerecido... quem sabe... muitos queriam... muitos gostariam... muitos desejariam... se bom é para mim... espero que seja melhor para você... Tudo na vida com ou sem palavras... independente do grau... independente do tom... independente do som... Somos o que somos... somos o que queremos ser... com ou sem as palavras podemos ter... Não existe o impossível.. não existe o perfeito... pelo menos neste mundo não existe o sem defeito... é impossível terminar quando podemos começar... é impossível desistir quando podemos insistir... é impossível morrer quando podemos existir... é impossível não fazer o que é possível... o que seria de nós se não fossem as palavras... Pois foi por intermédio dela... da palavra que tudo existiu...  No principio criou Deus os céus e a terra... E disse Deus... Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom... Gênesis 1:1,26,31
Postar um comentário