sexta-feira, 27 de julho de 2012

LIBERDADE TOLHIDA... É O QUE MERECÍAMOS...




 “Liberta que serás também”

Este verso foi escolhido pelos inconfidentes mineiros para estampar a bandeira do estado de Minas Gerais, o poeta Vinicius de Moraes traduziu este verso em um poema;

Mais do que a mais garrida a minha Pátria tem
Uma quentura, um querer bem, um bem
Um libertas quae sera tamen
Que um dia traduziu num exame escrito:
“Liberta que serás também”

O verso dá a entender que se estivermos libertos conseguiremos também libertar, e se libertarmos será liberto, ou seremos libertos.

Quando se fala em liberdade automaticamente vem em nossa consciência aquele pensamento; ‘‘fazer o que bem quiser e entender’’... Pois EU sou livre...

Mas será que o verdadeiro significado de liberdade é este?

A liberdade que tanto se almeja tem como cunho o qual significado?

Os homens revolucionam pela liberdade, fazem guerras pela liberdade, fazem leis pela liberdade, fazem promessas pela liberdade, e até morrem pela liberdade.

As pessoas buscam e almejam a liberdade, querem a liberdade a qualquer custo, bradam o grito de liberdade, “INDEPENDÊNCIA OU MORTE”.

A liberdade já passou por todos os cantos e países da terra, homens deram as suas vidas pela liberdade, mulheres pediram clemência pela liberdade, crianças cresceram com a esperança da liberdade.

Viver em liberdade é viver em um estado de independência, ou ser independente, não estar sob a autonomia de nada e de ninguém, isenta de restrição e coação, não sujeita a escravidão ou sujeição, com permissão e imunidade.

Houve no passado homens que lutaram pela sua liberdade, e pela liberdade do seu povo, homens como Moises que ouvindo a voz de Deus obedeceu e libertou o povo de Israel da escravidão do Egito, disse a Faraó as seguintes palavras; Assim diz o Senhor: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto...

Sir Willian Wallace (Coração Valente) guerreiro escocês que liderou os seus compatriotas na resistência e dominação inglesa imposta pelo rei Eduardo I, morreu decapitado declarando liberdade, seu lema era; "Liberdade é a melhor de todas as coisas a ser conquistada, a verdade, lhe digo então: nunca viva com os grilhões da escravidão, meu filho".

Independência ou morte foi o brado de Dom Pedro I ao proclamar a independência do Brasil, rompendo os laços de união política com Portugal, em 7 de Setembro de 1822.

Liberdade é motivo de historia, de retórica, de canção...  Liberdade é estado livre, é ter o direito de ir e vir, de ser livre, de estar livre... Liberdade para cumprir com o dever é poder dar opiniões, pensar, falar se explanar.

Mas como disse anteriormente, será que sabemos o que significa “LIBERDADE”, será que desfrutamos desta tão sonhada e cantada liberdade, será que a liberdade tem nos ajudado, será que vivemos de verdade em liberdade...

Homens derramaram o seu sangue e o sangue de pessoas inocentes em prol da liberdade, Jesus Cristo derramou o próprio sangue na cruz do Calvário em nosso favor, porque estávamos desgarrados do Reino de Deus;                                      

Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Efésios 2:13

Proclamamos por liberdade quando nos sentimos presos, queremos ser livres quando nos achamos escravos, bradamos por liberdade quando estamos oprimidos, reivindicamos nossos direitos quando somos perseguidos, exigimos liberdade porque temos o livre arbítrio.

O ser humano quer por que quer desfrutar de liberdade, quer viver em um estado livre, por séculos ouvimos coar o som da palavra “LIBERDADE”, mas para que queremos liberdade; alguns querem liberdade para poder expressar os seus conceitos, os seus direitos, marcham em prol do que pensam, do que querem, faixas, placas, gritos, exposições diversas no modo de se vestir, de se pensar, de se expressar, passeatas pela liberação, pela descriminação, pela revolução, pela conscientização, pela obrigação, uns querem provar quem esta certo, outros querem provar o que esta errado, uns saem as ruas para provar aos outros quem são os maiores, outros saem para provar quem são os melhores, e todos querem provar realmente o que? Quem esta em maior numero... Qual foi o maior evento... Quantas pessoas participaram deste evento... Ou seja estes estão preocupados com a fração numérica, pois esta da mais status...

Estou falando aqui sobre marcha pra Jesus, parada gay, marcha da maconha, marcha das vadias, e outras tantas que existem por ai, e que já saíram às ruas e avenidas para desfilarem, antes que alguém julgue as minhas palavras, não sou contra as pessoas expressarem as suas ideias e desfilarem em marchas, paradas e passeatas, sou contra o que elas tentam passar para as demais pessoas, dizendo que isto é liberdade, que fazem isto em prol da liberdade e porque estão vivendo em um pais livre, são livres para fazer o que quiserem, e que usam a liberdade como se fosse uma desculpa para fazerem coisas que não convém, usam a liberdade, mas na verdade não desfrutam da liberdade, porque fazem as coisas condicionadas a aquilo que não querem fazer e sim que são obrigadas a fazer.

Se bem que na verdade nada do que fazemos, fazemos porque somos livres, se fizermos porque somos obrigados a fazer.

Porque tudo o que fizermos nesta vida, se estiver condicionado a alguma coisa, não fazemos porque somos livres e sim porque esta condicionado, porque uma coisa puxa a outra.

Então não podemos fazer daquilo que não temos ou que realmente queremos, ou vise-versa, se somos obrigados e estamos condicionados a fazer.

Podemos não concordar ou não discordar das nossas ideias, mas o que não podemos fazer é querer obrigar as pessoas a fazerem as coisas que somos obrigadas a fazer, porque nem todos conseguirão ser e fazer o que você é e que você faz, e nem todas as pessoas irão suportar as tuas lutas, as tuas dores, as tuas cores, o mais sensato então seria as deixarmos escolherem o que realmente querem, para que possam expressar as suas ideias e não as nossas ideias.

Um dos maiores exemplos disto é quando queremos mudar as atitudes das pessoas, ex; a pessoa que tem um determinado vicio, queremos por todos os meios, modos, jeitos e trejeitos mudar a vida desta pessoa, queremos transforma-la da água em vinho, do dia pra noite, queremos ver ela liberta imediatamente, adiantar o processo, e se ela não consegue; ficamos frustrados, não porque nós não conseguirmos fazer ela mudar de ideia, e sim porque achamos que ela não quer.

As pessoas não irão mudar porque falamos e pregamos a liberdade, mas poderão mudar porque verão algo de diferente em nossas vidas, principalmente aquelas atitudes que nos colocam em um estado de espírito melhor, onde o ar que respiramos se torna mais puro, o semblante do nosso rosto resplandece, a alegria do nosso coração se expressa de uma maneira mais radiante, e é quando a transformação acontece de dentro para fora, e realmente é nítida esta mudança em todos os sentidos.

Jesus disse: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

A única forma de desfrutar de uma liberdade de verdade é viver a verdade, porque o resto é viver de uma liberdade tolhida que realmente é o que merecíamos. 

Postar um comentário