sexta-feira, 10 de agosto de 2012

A VOZ DO POVO... É A VOZ DE deus???




Esta expressão popular que esta na ponta da língua e na boca do povo, a qual em 1940 era uma marchinha de carnaval cantada por Orlando Silva, (vide vídeo), e que inclusive eu já ouvi até mesmo pessoas que se dizem "conhecedoras" da palavra, dizerem que está escrito na Bíblia, que a voz do povo é a voz de deus, (com letras minúsculas, pois jamais daria a honra de Deus para uma heresia destas), só sei que nem nos livros Apócrifos e muito menos na Bíblia isto esta escrito.

A interpretação desta expressão popular nos dá um conceito totalmente pessoal, onde o que   a entender que esse deus citado nesta expressão não manda nada, e na verdade não manda mesmo, mas o que não podemos admitir é querer comparar este deus da expressão da boca de todo mundo, com o Deus da Bíblia, onde bem sabemos que, desde a antiguidade, como também nos dias atuais, alguém que verdadeiramente o teme jamais ousaria dizer que o que o povo falar, ele, o único e verdadeiro Deus assina em baixo.

Esta expressão a voz do povo é a voz de deus, um dito popular transformado em marchinha de carnaval nos anos 40, onde esta década foi marcada por guerras, como a que aconteceu entre Japão e EUA, na segunda guerra mundial, Hitler se levantou querendo se tornar um líder mundial, Mussolini fundador do fascismo italiano, fuzilado e exposto em praça publica, e outros acontecimentos que foram causados pela ganância e prepotência de lideres inconsequentes, que pensam no poder a qualquer custo, não se importando com as consequências que pessoas inocentes poderão sofrer, para amenizar a dor, surgiu então esta frase,
 "a voz do povo é a voz de deus", e desta fizeram uma marchinha que fizeram um carnaval.

Como podemos mediante a estes fatos trágicos, fatos caóticos, querer dizer que a voz do povo é a voz de Deus, atribuindo os erros dos homens ao verdadeiro Deus, como podemos dizer que Deus esta de acordo com o sofrimento de sua criação, como podemos querer dizer que o que queremos é a mesma coisa que Deus quer, não há lógica para isto, e muito menos fundamento, poderíamos atribuir a um deus qualquer, menos ao Deus criador dos céus e da terra, que criou todas as coisas com a palavra que saiu da sua boca, inclusive o homem que atribui a ele os seus erros, Deus o fez a sua imagem e semelhança, homem e mulher os criou.

Deus falou várias vezes para o homem, pelo homem e através do homem, mas também muitas vezes Deus não falou nada para o homem, existem muitas coisas que o homem falou, e ainda fala que não tem nada a ver com o que Deus queria falar.

Desde a criação de todas as coisas, quando se deu inicio ao propósito de Deus em ter criado o homem, a sua imagem e semelhança, e que através deste, Deus queria estabelecer um novo reino, "terrestre", pois já tinha um que é celestial, Deus falou várias coisas ao homem e uma destas foi uma ordem de obediência, para testar sua índole.

E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.  Gênesis 2:16-17.

Vemos que a ordem de Deus era para não comer, porque no dia em que comesse certamente teria decretado a sua pena de morte, esta morte era espiritual e também poderia se tornar física.

A morte espiritual mata todos os propósitos de Deus na vida do homem e da mulher, e estes estando mortos espiritualmente também poderão morrer fisicamente, e morrendo fisicamente todos os seus sonhos se acabarão.
 

A missão que Deus concedeu ao homem que ele criou com as suas próprias mãos, é uma missão de compromisso idôneo, de caráter pessoal, responsabilidades próprias e que tem como objetivo, ser passado de gerações à gerações os seus mandamentos, os seus objetivos e as suas vontades, devendo cada qual ser responsável em praticar e a ensinar o bem e jamais o mal, esta era a ordem de Deus para o homem, este deveria então repassar adiante, propriamente a sua esposa, e depois aos seus filhos, aquilo que Deus lhe havia ordenado e ensinado. 

Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais. Gênesis 3:1-3.

O homem repassou a ordem a sua mulher, pois esta era a sua missão, mas vejamos o que Deus disse: dela não comerás; 

A ordem de Deus era para não comer, a mulher que recebeu a ordem do seu marido disse:  Não comereis dele, nem nele tocareis... 

A mulher falando a serpente acerca daquilo que Deus disse, acrescentou não tocar no fruto, este não tocar provavelmente foi seu marido que lhe disse e não Deus, isto significa que o homem havia entendido muito bem o que Deus lhe havia ordenado, então desobedeceu por vontade própria, desobedeceu porque quis, e o que realmente Deus falou?  NÃO COMER DO FRUTO DA ARVORE DA CIÊNCIA DO BEM E DO MAL... 

Esta era a ordem de Deus, isto foi o que Deus havia falado e ordenado, mas a mulher preferiu dar ouvidos a o que Deus não disse do que ao que ele disse, e a serpente que era astuta se aproveitou da situação para também dizer o que Deus não havia falado; É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? 

A serpente disse que Deus havia falado que poderia se comer de toda a arvore do jardim, pois o não era uma pergunta afirmativa voltada para o que quer fazer e não para o que não se quer fazer; Não comereis de toda a arvore do jardim... Uma pergunta... 

Só que o que dá a entender também era que não se podia comer de nenhuma arvore do jardim... 

Sendo que todas as arvores menos uma poderia se comer, que foi justamente a resposta que a mulher deu a serpente, só que havia uma questão, a arvore da ciência do bem e do mal era boa para se comer agradável aos olhos, e desejável para dar entendimento, ou seja, esta arvore chamava a atenção pelo seu aspecto, e foi justamente ai que a serpente enganou a mulher, que enganou o seu marido. 

Mas vamos voltar ao assunto, à voz do povo é a voz de Deus, citei estes versículos para podermos ter o entendimento do assunto, pois para vermos que em muitas vezes, na maioria, existem coisas que Deus não falou, mas o homem por não assumir os seus erros precisa colocar a culpa em alguém, e a primeira pessoa que ele vê na fila para culpar é Deus, e ai vem com aquela desculpa, esta escrito na Bíblia, que Deus falou, isto foi justamente o que Adão fez: 

Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi. Gênesis 3:12.

Me falem onde esta escrito que a voz do povo é a voz de Deus, estou falando do criador de todas as coisas que é o que as pessoas culpam, e no caso de Adão vem com a cara lavada, com a cara de gato judiado, dizendo; a mulher que me deste por companheira, ela me deu e eu comi, em outras palavras, se o Senhor não tivesse me dado a mulher, eu não teria pecado.

Muitos se utilizam disto para querer dizer, que o que eles querem é a mesma coisa que Deus quer, e na verdade o que Deus quer, realmente eles, os indesculpáveis,  não querem nem saber, posso até concordar com esta frase; a voz do povo é a voz de deus, se as pessoas se referirem a um deus qualquer, feito pelas mãos dos homens, que tem mãos, mas não apalpam, tem pés, mas não andam, tem olhos, mas não veem,  tem boca, mas não falam, mas agora ao único e verdadeiro Deus, jamais, porque de Deus não se zomba, e ele não se deixa escarnecer, e um dia estaremos diante dele face a face para sermos julgados. 

E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem.  Romanos 2:2.

Poderia acreditar que a voz do povo realmente é a voz de Deus, se as pessoas tivessem o minimo de interesse de ter vida e intimidade com ELE, mas pelo contrario, vemos que o povo e as pessoas tem vida própria, pois só na hora que estão em apertos se lembram de Deus, só na hora que sentem dor buscam o seu refrigério, só na hora que precisam se lembram que ELE existe, a voz do povo poderia ser a voz de Deus, sê, o povo desejasse ser o templo da sua morada, pois ai sim, a sua vontade ecoaria através de seus lábios. 

Postar um comentário