sexta-feira, 7 de junho de 2013

HUMANOS QUE SÃO DESUMANOS...


Não somos todos humanos? Não somos todos feitos da mesma matéria, carne? Não somos todos filhos de Deus? Não somos todos iguais? Não somos todos racionais, dotados de uma inteligência imensurável?

O ser considerado humano, porque é dotado de inteligência, raciocínio, capacidades e outras dádivas a mais, considerado o ser mais experto da face de toda a terra, o único que tem o domínio sobre todas as coisas, ar, mar, terra, temido por todos os animais, julgados irracionais, por ter o domínio em suas mãos, capaz de ganhar os céus, dotado de uma grande promessa, dominar sobre os peixes do mar, as aves dos céus, os animais da terra e sobre toda a terra... Genesis 1:26

Este ser considerado e respeitado pela sua própria raça, temido pela criação, por esta lhe estar sujeita, tendo o domínio sobre tudo nesta terra, sendo o responsável por cuidar de todas as coisas que lhe foram confiadas, e criadas ao seu favor, criadas para o seu deleite, para o seu proveito, pela sua causa, criados para que através dele recebessem os seus cuidados, a sua proteção e o seu amor.

Mas o que será que esta acontecendo com este animal mamífero racional, dotado de capacidades subversivas, capaz de ir além até mesmo dos limites mais intransponíveis da vida, capaz de surpreender e superar até mesmo as suas mais ínfimas expectativas.

O que esta acontecendo com os humanos, que foram criados como o ápice de todas as criaturas, foram criados para estar acima de tudo o que foi criado nesta terra, foram criados para serem a cabeça e não a cauda, para estarem por cima e não por baixo, criados para governar, administrar e dominar.

Alguns dizem ser a falta de amor, outros, dizem serem os problemas, outros o dinheiro, outros dizem ser os outros, e assim por diante, dizem ser tantas coisas, coisas que alguns dizem não ter nexo, outros dizem não ter sentido, e nem significado, pois também acho eu particularmente não ter propósito, não ter o porque fazer o mau, não ter o porque querer praticá-lo, sabendo que a maldade não o levará a lugar algum, a não ser perder a moral, o caráter e a honra.

A prática do mau não faz do homem mais homem, o torna em um animal, não animal no sentido de criação, de ser, e sim de indivíduo estúpido, grosseiro e bruto, o faz ter atitudes que o desaprovam como um ser criado dotado de uma inteligência imensurável.

A maldade no coração dos seres humanos, tantos homens como mulheres é milenar, desde que deixaram a inocência e passaram para a consciência, ambos, homens e mulheres vêem cometendo crimes hediondos, no inicio eram pequenos delitos, hoje são crimes estarrecedores, onde os praticantes não se importam com os danos causados as vítimas, e muitas destas vítimas inocentes, nos dois sentidos, de não deverem nada e por não ter consciência suficiente para poder medir os danos causados.

A prática do mal no sentido desumano, cruel e sem misericórdia tem feito com que toda uma humanidade viva com medo da própria humanidade, tem feito com que não haja confiança e muito menos credibilidade entre a própria raça, seres humanos com medo de seres desumanos, muitas vezes na pratica da defesa contra o mal, acaba-se fazendo o pior mal ainda, acaba aumentando a dor irreparável na vida social e familiar das pessoas, acaba fazendo com que a humanidade se torne refém da própria humanidade que tem atitudes desumanas.

A falta do essencial na vida das pessoas que não é o dinheiro e sim a mais pura, simples e verdadeira prática do amor têm feito com que as pessoas invertam seus valores, invertam suas atitudes e invertam seus propósitos, tem feito com que o ser humano não viva em prol da vida e sim da sua própria vida, fazendo com que as suas atitudes se tornem mesquinhas e egoístas, preocupando-se somente com si próprio e em mais nada e ninguém.

Desde o dia que: Então disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne... Gênesis 6:3; o homem desencadeou uma avalanche de atrocidades contra a sua própria raça, sem misericórdia e nem piedade, sem medir ou pesar as conseqüências, a maldade tomou conta do coração humano, tornando-os desumanos; tais atitudes não serão cometidas nem pelo animal mais irracional da face da terra, viva ele no ar, no mar ou na própria terra.

O ser considerado humano precisa rever os seus conceitos, precisa avaliar as suas atitudes, precisa raciocinar acerca da sua vida, pois ela é única, o partir desta terra não nos garante retorno para a mesma, mas sim para uma nova vida em outra dimensão, se aqui somos carne, em outra poderemos ser espirituais, se nesta vida morreremos em outra poderemos ser eternos.


O mínimo de espiritualidade na vida de uma pessoa a faz ter temor em Deus, o mínimo de uma vida carnal em uma pessoa a faz sentir, ódio, raiva, ira, inveja, violência e toda prática do mal... 
Postar um comentário