quinta-feira, 1 de agosto de 2013

ENGANOSO É O CORAÇÃO E CULPADO É O DEDO...


A Bíblia fala que enganoso é o coração, mais que todas as coisas, e se o coração engana quem é o culpado? Jeremias 17:9

Observando algumas atitudes do nosso corpo humano cheguei à conclusão que se o coração engana é porque alguém é o culpado, e quem poderia ser?
Pensei, pode ser a mente, mas não, a mente humana é muito sabia para ser culpada, a mente humana trabalha muito, processa milhares de pensamentos em questões de segundos; bom sabia ou não, acho que não é, então podem ser as pernas, porque querendo ou não elas podem nos levar a lugares extremos, mas também acho que não são as pernas, então quem sabe os braços, mas os braços fazem forças, são tão necessários e úteis, então as mãos, mas as mãos juntamente com os braços também estão unidos fazendo forças, empurrando, amparando, segurando, bom, quem sabe então os dedos, não os dedos estão nas mãos, são órgãos muito pequenos, e parecem ser tão frágeis; mas espera ai, quem sabe é isso, quem sabe não são os dedos!
Pensei e comecei a imaginar as funções que os dedos executam e passou pela minha cabeça um turbilhão de coisas, como por exemplo; analisando...
O dedo indicador; quantas pessoas ele já não apontou culpando-as, quantas vezes o indicador já não foi colocado na cara das pessoas, onde este dedo, o indicador expressou raiva, ira, acusação, o indicador é um dos dedos das mãos mais usados, como para coçar, enfiar, cutucar, enfiar no nariz por exemplo, servindo como cano de revolver para as crianças brincarem e até mesmo como revolver junto ao polegar para os bandidos cometerem assaltos, o dedo indicador junto a outros dedos podem fazer coisas que sem ele nada poderia ser feito, como por exemplo os roqueiros que fazem um símbolo tipo um chifre, que para alguns é uma invocação ao diabo, sem o indicador o diabo estaria com o chifre quebrado, como também junto ao polegar que se faz uma arma, sem o indicador estaria sem cano, o diabo seria chinfrim e a arma seria falsa, (que besteira); junto ao dedo mindinho formam um símbolo que alguns também dizem ser oculto, usado pelos surfistas como uma maneira de saudação, já com o mindinho e o indicador também segundo alguns religiosos se faz novamente uma invocação ao diabo, pois o mesmo formaria um tridente, (mais besteiras);
O dedo polegar, este pode ser utilizado como uma expressão de jóia, ou legal, ou curtir, mas também como não curtir, ou esta negado, não aceito, ou recusado, e junto ao indicador a tal dita arma;
O dedo mediano, ou o dedo do meio; este faz um sinal que para alguns simboliza uma expressão pejorativa de um gesto obsceno, o qual muitos o acham indevido e desrespeitoso, pois interpretam como um gesto popular de ofensa, simbolizando o órgão genital masculino, (outra besteira);
O anelar, o dedo do anel, que poderá simbolizar a felicidade, para alguns quando colocado na mão direita em uma aliança de prata significa namoro, se for de ouro, noivado, o casal eufórico não vê a hora de mudar este gesto tão sublime de mão, ou seja, para a esquerda que significa casamento, coisa linda, felicidades mil, nas nuvens; do dedo anelar já se fez juras de amor para a vida toda, e porém, não durou nem o esperado, quantas alianças já passaram por este dedo, quantos namoros, noivados, casamentos, quantas alianças quebradas, se usar este no dedo anelar significa compromisso e fidelidade, muitos tem quebrado a fidelidade e não estão nem ai com o compromisso, pois trocam de companheiro (a), como trocam de roupas, é o tal do dedo não é fácil, acho que é ele mesmo o culpado, mas vamos para o próximo.
O dedo mínimo, mais conhecido como mindinho, até parece apelido de delinqüente; este dedo tem uma força atrativa, embora se for para fazer algo sozinho é muito fraco, mas pode fazer um teste, tente movimentar ele só, tentou? Quantos dedos você movimentou quando tentava movimentá-lo? Um, dois, três, pois então você movimentou mais da metade da sua mão tentando movimentar este único dedo, parece que ele não serve para nada, nos enganamos, embora pequeno, mas atrevido, e junto ao indicador faz o chifre que muitos insistem em dizer ser do diabo, aliás, de onde vem esta historia dizer que o diabo usa chifres, dos livros proféticos? Pois chifre é um sinônimo de força, e que eu saiba ele, o diabo, só terá se alguém entregar a ele a força que se têm, porque por si próprio já este, o diabo, é derrotado, Jesus Cristo o venceu, e o primeiro lugar da sua derrota foi no deserto, e se isto tem algum significado, diga-se que foi vencido num lugar onde para ele, o diabo, seria propício, porque lá seria uma terra árida, uma terra seca, uma terra sem vida, da qual ele, o diabo, diz ser a sua praia, e tem tentado fazer com que as pessoas não desfrutem de uma vida digna, bom, Jesus fez deste lugar um lugar de dependência de Deus, e não cemitério, mas então voltando ao assunto, e tirando o dedo mindinho o que fica, o dedo indicador sendo apontado em direção de algo ou alguém, que para alguns também apontar o dedo não esta correto, o correto é indicar com a cabeça, que para outros também é uma afronta por ser um sinal de intimação, e também alguns os utilizam como um sinal, depois te ligo, vê se entende isso.
E agora todos os dedos estendidos o que significa? Aperto de mãos, de bom dia, boa tarde, boa noite, de paz, de concertos, com os dedos se fazem uma linguagem de sinais, onde os surdos-mudos se comunicam, enfim com os dedos podem se fazer varias coisas, como dar tchau, expressar um sinal de pare, chamar a atenção de alguém etc...
Será então o dedo o vilão de toda esta historia? Qual dos dedos é o mais culpado dentre todos eles?
Seria o indicador, por ser o mais usado? Veremos!
A bíblia também narra que a boca fala do que o coração esta cheio, podemos então notar que do coração também procedem várias coisas, podem ser boas ou ruins, ira depender da situação em que o coração se encontra, se ele é enganoso como já podemos observar, poderíamos também dizer que ele se tornaria então em o principal culpado.
A nossa natureza humana pecaminosa, enrustida e disfarçada, muitas vezes camuflada, encoberta, e por que não omissa e oculta, da qual achamos que pelo fato de chorarmos algumas lagrimas de arrependimento, de gemermos por causa de alguns remorsos, já nos sentimos no direito de achar que podemos apontar o que temos em nossas vidas, evidentemente que não seriam nossas falhas, e sim quem sabe a nossa arrogância, a nossa falta de reconhecimento, a nossa falta de humildade, pois nossa natureza humana pecaminosa e carnal, se não for confrontada por nós mesmos, será esquecida, encoberta e camuflada, podem proceder muitas coisas de vários órgãos do nosso corpo, como no caso do coração ser enganoso e querer colocar a culpa em alguém, no caso no dedo, pois a desculpa seria se manifestar com uma expressão repreensiva ou afirmativa, usando os gestos achando isto ser propicio e necessário, como também vise-versa, pois o dedo também poderia dizer, fiz isto por causa do coração, ele me enganou, ele me forçou, poderia o dedo dar uma de coitado, poderia o dedo fazer o que geralmente fazemos, transferimos a culpa, atiramos a esmo, pois difícil é admitir o erro, difícil é reconhecer o estado precário que se encontra, então colocar a culpa em alguém por ser assim acha-se ser o melhor a fazer.
Tomando como exemplo e não como regra o titulo desta mensagem, com certeza poderíamos estar falando de pessoas, mas para não estarmos sendo prepotentes, que no caso se fizéssemos isto seria bem desagradável, não por estarmos simplesmente falando e sim porque ninguém é melhor do que ninguém, e na verdade não existe um mortal nesta terra capaz de ser o melhor, o eximo do erro ou do pecado, o professor do ensino perfeito, ou o diretor da melhor escola da vida, pois acredito que assim como o coração precisa se expressar através do dedo e o dedo do coração, assim somos todos nós diante de nós todos, existe algo que com certeza poderá contar em nossa vidas para desfrutarmos de uma vida melhor, algo que nos fará servir, assim como Cristo, nos fará viver, não simplesmente para nós mesmos e sim em prol de um todo, se o coração é enganoso como nos fala a Bíblia, também não significa que ele não poderá mudar, se a boca fala do que o coração esta cheio, não significa que nela só manifestem coisas ruins, mas para que do nosso coração proceda o bem precisamos enriquecer ele, o coração, com coisas boas, pois se simbolicamente podemos falar que ele é um baú, dentro deste baú guardaremos algumas coisas valiosas, uteis e necessárias para nós, pois o que não for, necessário se faz descartar no mesmo instante, para que aquilo que não presta não contamine o que presta, caso contrario se não fizermos uma analise pessoal do bem que queremos fazer, outros farão uma critica do bem que deixamos de fazer, e ai o bem para alguns poderá se tornar no pior de todos os males, por isso apliquemos o nosso coração a aquele que temos de melhor, que é Deus, assim não precisaremos achar um culpado e simplesmente reconhecemos as nossas fraquezas, pois de Deus receberemos o bem e jamais o mal, de Deus receberemos a justificação e não a condenação, de Deus receberemos o perdão e não o juízo, por isso aproveitemos esta dádiva em vida, porque na morte, só Deus sabe de todas as coisas...
O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca. Lucas 6:45
Postar um comentário