quinta-feira, 13 de agosto de 2015

HUMANOS... QUE ANIMAL É ESSE...

O ser humano tem feito coisas que não condizem com a sua natureza racional, sua inteligência esta acima até mesmo de sua capacidade e força. Pelo menos é o que analisamos, considerando-o como um ser de inteligência imensurável, a qual temos observado que não tem sido aplicado em sua vida, porque são tantas as atrocidades que muitas das vezes a nossa imaginação não consegue processar tamanha maldade no coração perverso do ser que se diz humano, pois, a cada dia que se passa este ser se torna irreconhecível diante dos seus maus atos, cometendo atroz de cunho inimaginável, que o faz se tornar o ser mais perverso da face da terra, mata por prazer, se satisfaz por hipocrisia, tira proveito por covardia, a soberba, a ganância, e todo e qualquer tipo de maldade é o seu combustível diário, não tem o que o detenha, nem cadeias e nem prisões, nada o intimida, nem mesmo as mais árduas leis o fazem cessar de cometer seus crimes, caráter é um gesto desconhecido em sua vida, sua personalidade é dúbia, seu respirar é de um animal feroz, sua consciência cheia de pensamentos perversos e seu coração endurecido como a rocha o fazem se comportar como o pior dentre todos os seres terrestres.

A ciência diz que a maldade do coração humano é uma doença, os psicólogos dizem isto estar ligado a algum trauma de sua infância, a igreja atribui isto a um mal espiritual, a própria pessoa na maioria das vezes diz ter perdido a cabeça e por esta razão atribui o mal cometido como algo impensável, mas, na mais pura verdade o que leva alguém a matar, roubar, estuprar, ferir, violentar, das maneiras mais cruéis já vistas nestes últimos anos, quais as razões para tantas atrocidades, onde as vitimas são independentes de tudo: raça, idade, crença, posição social, formação física, ou qualquer outro adjetivo, pois, para os cruéis e insensatos isto é o que menos importa, fazer e praticar o mal não os incomoda, pelo contrario muitos tem até prazer em fazer isto, para muitos já se tornou uma profissão, alguns acham até mesmo ter o dom nato para cometerem seus crimes hediondos, existem até mesmo aqueles que cometem tais atrocidades por acharem que assim alcançam respeito, o poder é o ópio de uma humanidade perversa e de uma sociedade falida, onde a justiça é injusta e os governantes protagonistas de circo, não existe uma lei capaz de frear a maldade, pelo contrario, recebem indultos que os favorecem a não retornarem ao regime fechado o qual estavam, quando na maioria das vezes muitos se aproveitam deste momento de absolvição para cometerem mais crimes, o governo esta preocupado em construir mais presídios em vez de reeducar estes e devolve-los a sociedade conscientes de que o crime não compensa.

Além de faltar muitas coisas na vida dos seres humanos, falta o mais essencial, falta Deus, falta buscar uma intimidade com ele, falta entregar a sua vida para que Deus o conduza pelos pastos verdejantes, onde este possa enxergar muito além de onde seus olhos vêem, precisa conhecer a Deus na sua essência para que sua mente seja renovada, seu coração restaurado e seu caráter transformado, onde sua única dependência será adorá-lo, não precisará mais de drogas, nem de bebidas alcoólicas, seu prazer não será mais carnal e sim espiritual, terá o discernimento e de recompensa receberá o entendimento, ira colocar o amor como um sentimento primordial em sua vida e na vida do próximo, o respeito tão desejado o será devolvido, através de uma autoridade divina, a busca do poder não será mais carnal e egoísta, muito menos hipócrita, será uma busca de poder desfrutar de tudo o que é bom, honesto e verdadeiro, sentindo isto no espírito.

A humanidade caminha para a direção do nada, pois, num mundo perverso, onde a principal preocupação esta em todo mundo se dar bem, onde, o dinheiro manda, ordena e comanda a vida de muitos, e muitos que estou dizendo é a maioria, não tem como as pessoas terem tempo para as pessoas, se você quiser parar alguém na rua para conversar, você não ira encontrar alguém tão disponível que possa parar, ou gastar um tempo do seu tempo para dar atenção, pois, todo mundo esta na correria, com pressa, o tempo não esta mais dando tempo, os dias não passam, eles evaporam, onde você for, irá encontrar pessoas apressadas, irá se deparar com pessoas estressadas, cumprimentar ou for cumprimentado nos dias de hoje é algo incomum, senão anormal, a não ser pelos mais velhos que ainda guardam a educação recebida de seus antepassados, porque as gerações de alguns anos atrás e não muitos perderam o costume, talvez a culpa não seja destes e sim de uma sociedade que nos faz andarmos ressabiados, desconfiados e amedrontados, uma sociedade que perdeu o controle sobre si, onde, ser social já não é tão importante assim, pois, se socializar também significa suportar o próximo, independente de qualquer coisa, e isto é uma questão nos dias de hoje um pouco complicada, senão extinta da vida humana, devido à maldade do coração humano, temos nos afastado do nosso próprio convívio, não confiar ou desconfiar de tudo e todos é apenas uma questão de tempo e digo que este tempo não esta muito longe, bem mais perto do que imaginamos, esta é a maior razão de nos dias atuais andarmos cada um per si, devido ao descontrole ou a falta de controle, o ser humano tem se superado em suas atrocidades, por coisas banais e sem nexo o ser humano tem destruído a sua própria raça, e isto parece aos olhos de muitos não ter problema algum, inclusive aos olhos daqueles que deveriam de nos proteger, nossos governantes, nossas autoridades e nossos lideres espirituais, não que sejam os principais culpados, mas estes têm uma autoridade delegada que os permitem reeducar os delinquentes.
O ser humano é declarado pela ciência como um animal racional, capacitado de um raciocínio inteligível, de acordo com esta mesma ciência, este ser, tem evoluído com o passar dos anos, a sua historia desde a idade da pedra até os dias atuais, de onde se acredita pelos estudiosos que este ser humano é uma evolução dos primatas, tem se demonstrado pior de quando este andava a procura de caça para sobreviver, nem mesmo nesta época o ser humano era tão cruel com a sua própria raça como nos dias atuais. Deve existir um motivo que o fez se tornar irreconhecível, deve de haver uma questão do porque o homem é tão cruel, poderíamos atribuir isto ao dinheiro, devido a ganância do seu coração, ou atribuiremos a falta de oportunidade, ou quem sabe as indiferenças sociais, ou até mesmo pelas posições das classes sociais; milionários, ricos, classe media, classe baixa, pobres, miseráveis, a que ou a quem poderemos atribuir a maldade do ser humano, alguns atribuem isto a Deus, mas será que a culpa não é do próprio ser humano? Será que a culpa não é daqueles que cometem tais crimes? Impensados ou não! Porque atribuir à culpa a uma série de coisas é fácil, o difícil é admitir ser o culpado, o difícil é ter a coragem de dizer a verdade do porque e o que se cometeu, não existe outro ser tão cruel quanto o ser humano, os animais atacam em bando para sobrevivência, os humanos atacam em bando por covardia, os animais são irracionais, os humanos racionais, os animais agem pelo instinto enquanto que os seres humanos agem pela ganância, pela soberba e pela ignorância, agem pela violência desenfreada, pela inconsequência da inércia, pela ociosidade da falta de inteligência e pela capacidade nata de estarem acomodados, o ser humano tem se tornado muitas coisas, menos humano, tem se tornado menos sábio, menos capaz de poder expressar as qualidades que estão escondidas em sua vida, tem se tornado o que nunca deveria se tornar, um animal irracional, sem instinto, sem alma e espírito, sem coração e principalmente sem Deus, o ser que não sei se podemos chamá-los ainda de humanos,tem se tornado em um animal irreconhecível, capaz de ser mais cruel que até mesmo as mais bestas feras que existem, eis ai então me vem uma pergunta; 

HUMANOS... QUE ANIMAL É ESSE...

E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia; os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam. Romanos 1: 28-32                                         
"Esta é apenas uma parte da passagem que fala das atrocidades dos seres humanos, porque a anterior a esta é também preocupante e faz deste se tornar o ser mais deplorável da face da terra, só que este assunto quem sabe possamos contar em uma outra historia"...
Postar um comentário